2005/04/24

Torta de Laranja

Com um muito obrigada a Foodgoat e a Ladygoat por se oferecerem a coordenar esta versão mensal de Is-My-Blog-Burning e o tema desta vez é laranja, referindo-se não só ao fruto mas também à côr, o que nos dá um bocadinho mais de flexibilidade. Se o prato tiver uma tonalidade laranja, está dentro da regra.
TortaLaranja
Para a minha entrada escolhi esta receita de torta enrolada de laranja, que vi a minha mãe fazer muitas vezes. Na versão inglesa tenho um parágrafo completo a explicar as diferenças entre torta e tarte, mas aqui não é necessário o que torna ese preâmbulo muito mais pequeno.
A textura desta sobremesa é a de pudim e a torta não leva recheio. É necessário forrar o fundo da assadeira com papel vegetal para facilitar o desenformar. Antes de enrolar, este pudim tem cerca de 1 a 1.5 cm de altura e é muito frágil. Esta sobremesa é bastante doce e recomendo que seja servida acompanhada de natas pouco batidas ou sem açúcar ou com muito poucochinho.

Torta de Laranja

  • 250 gr. de açúcar
  • 6 ovos
  • 1colher de sopa de manteiga
  • 1 colher de sopa de vinho do Porto
  • Sumo de 2 laranjas (cerca de 1 chávena de sumo)

Misturar a manteiga com o açúcar, juntar os ovos um a um e o vinho do Porto. Por fim, adicionar o sumo das laranjas. A massa fica bastante líquida.

Vai a forno médio (180ºC) em forma rectangular de cerca de 30 cm. de comprimento bem untada, forrado o fundo com papel vegetal e untada de novo. Coze por cerca de 40 minutos, ou até que espetando a ponta da faca no centro do doce, esta saia limpa.

Tire a torta do forno e espere cerca de 5 minutes para esfriar um pouco. Passe a faca pelos lados para desprender da forma e desenforme para cima de um pano ou papel vegetal polvilhado de açúcar. Se o papel do fundo da forma estiver colado à massa da torta retire com cuidado e enrole a torta começando pelo lado mais pequeno.

Deixe arrefecer mais um pouco, retire o papel ou pano com que ajudou a enrolar e transfira a torta para o prato de servir.

Dá para 4 pessoas.

1 comment:

Elvira said...

De facto, estas tortas são maravilhosas! Nunca fiz nenhuma, mas vou experimentar a receita.